Visitantes online

Nós temos 26 visitantes online

Home Reflexões Deixando o meu "deus" para servir a Deus
Deixando o meu "deus" para servir a Deus PDF Imprimir E-mail
Dom, 09 de Outubro de 2016 21:48

Eu já servi um "deus" pequeno. Um "deus" que cabia somente no meu formato de pensar. Achei que ele poderia ser domesticado, manipulado e limitado, disposto dentro de uma caixa que era do tamanho do meu eu, muito pequeno. Já cheguei a pensar que um "grito" no meio de uma reunião poderia bem mudar a sua opinião com relação a minha pessoa e a todos ao meu redor.

Até que um dia conheci a graça do Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, um Deus que não se molda aos padrões humanos, um Deus que está muito mas muito além do nosso entendimento, que não se encaixa nos formatos da religião.

Quando Ele se fez homem e veio habitar entre nós (Mt 1:23; Jo 1.14), os que mais resistiram ao seu modo agir foram os religiosos (Mt 23:1-36), porque o Deus-homem não cabia na maneira deles fazerem religião, não tinham capacidade de conceber um Deus fora do controle deles. Um Deus que preferia estar ao lado dos enfermos e abandonados quando a religião lhe celebrava uma festa em Jerusalém com muito alarde (Jo 5:1-12 leia com atenção). Esse Deus que não cabe no universo um dia me alcançou, com sua justiça, amor e perdão (Rm 3:21-26; Jo 3:16; Gl 1:4), abriu o entendimento e me fez ver a partir de uma nova perspectiva, através de Jesus.

Hoje posso celebra-lo e ser capaz de entender que Ele tem compromisso com sua própria Palavra (2 Tm 3:14-17). Se em um tempo eu celebrava a ignorância e me mantinha no pedestal pensando dentro de uma caixa que só percebia através de uma visão obscurecida e distorcida, hoje sou capaz de aceitar que Deus faz tudo como Ele mesmo quer (Mt 19:26) e foi capaz de no silêncio da cruz, oferecer salvação e perdão para todo aquele que crer em seu Filho.

Desde então, aproveito a cada oportunidade para conhece-lo de maneira humilde, desejando ardentemente o que Paulo pediu para igreja de Efésios, que eles pudessem conhecer a largura, o comprimento e a profundidade do amor de Cristo (Ef 3:16-18).

Paz seja conosco!

Pr. André Santos

@andresantospr

 

Última atualização em Seg, 10 de Outubro de 2016 20:13
 

Invista em nosso chamado

Fan Page